Olyng

Dicas e Estratégias de Marketing Digital

NewsJacking: Aprenda a promover sua marca de forma orgânica
Marketing Digital

NewsJacking: Aprenda a promover sua marca de forma orgânica

É possível usar a informação e o momento da notícia como oportunidade de negócio? Sim, é possível. O NewsJacking é uma técnica que permite reunir as melhores estratégias para empresas, marcas e produtos.

Vivemos em tempos de excesso de informação, imagens e fontes. Mas, identificando as notícias, os temas e as fontes certas você terá uma bela percepção sobre as melhores oportunidades de posicionamento favorável para seu projeto ou produto.

Resumidamente, o NewsJacking é um novo conceito que visa criar conteúdos aproveitando os assuntos que estão em alta no momento, objetivando a promoção da sua própria marca.

O que pode te trazer uma audiência de forma orgânica e natural (sem gastar um único centavo por isso).

Na publicidade e na propaganda, já existe o termo “anúncio de oportunidade” que aproveita uma palavra, situação e comportamento muito presente no consciente coletivo e alimentado pelas notícias para ser utilizado em formas de anúncios e comerciais.

O que iremos aprender hoje?

As bases do NewsJacking

Antes de entrarmos no conceito de newsjacking, você precisa estar a par do funcionamento dos principais algoritmos de busca, presente tanto nos buscadores online quanto dentro das redes sociais.

Começando pelos motores de busca, vamos tirar o Google como o nosso principal exemplo, afinal ele é um dos maiores buscadores da atualidade.

De maneira resumida, diferente que muitos pensam, foi se o tempo em que o Google poderia ser considerado uma empresa de tecnologia, hoje, na verdade, já é considerada uma empresa de informação.

Se tornando uma enorme base de dados, o Google é responsável por armazenar qualquer tipo de conteúdo que ele possa encontrar pela frente, o indexando e também o ranqueando com base na qualidade do conteúdo dos sites.

E como a maioria dos usuários de internet recorre ao Google (mesmo que indiretamente) para ficar a par das principais notícias do mundo ou de um determinado nicho.

É de se imaginar que tal plataforma não queira frustrar seus usuários com conteúdos de péssima qualidade, ou notícias antigas, não é verdade?

Sim, o Google se tornou hoje um dos principais meios imediatistas capazes de fornecer informações quentes sobre os mais variados assuntos, se tornando a ponte entre usuários e sites/blogs.

Sem essas plataformas certamente o conceito de newsjacking não existiria, uma vez que ele se fundamentaliza nos algorítimos existentes em variados canais de comunicação (Redes Sociais) e motores de busca.

Podemos dizer então que o termo NewsJacking nada mais é do o “anúncio de oportunidade” dos tempos modernos.

Sendo assim, se eu sou um produtor de conteúdo online que trabalha no difundimento de notícias, e também sei que a maioria das pessoas recorrem aos motores de busca ou a redes sociais para se manterem informadas, eu como produtor, obviamente almejo ter meu próprio conteúdo publicado nesse canais, e assim poder também surfar nessa onda atraindo mais pessoas para a minha marca (Obtendo visibilidade também).

E é exatamente neste ponto que entra o conceito de NewsJacking 😉

Mas afinal, o que é NewsJacking?

O NewsJacking, refere-se ao conteúdo que aproveita a manchete do momento para gerar audiência para a sua própria mensagem. Seria como aproveitar uma onda para navegar junto. 

Essa técnica pode ser explorada nas mídias impressas e tradicionais e, mais notadamente em sites, blogs e perfis de redes sociais para ganhar audiência.

Com isso você acaba promovendo a sua marca ou os seus produtos de maneira totalmente orgânica, de forma a atrair uma audiência qualificada (que seria somente as pessoas com interesse naquele assunto) sem pagar nada por isso.

Entretanto, é preciso muita cautela na hora de resolver surfar por essa onda, uma vez nem sempre as técnicas de NewsJacking podem trazer resultados positivos para a sua empresa.

A origem do termo

“O processo pelo qual você injeta suas ideias ou ângulos em notícias de última hora, em tempo real, a fim de gerar cobertura da mídia para você mesmo da sua empresa”

David Meerman Scott, autor de Newsjacking

O termo “NewsJacking” teve origem num programa de sátira da TV norte-americana. O termo seria cunhado pelo marketólogo David Meerman Scott, autor do livro digital tendo esse termo como título.

Tudo começou quando Scoot, iniciou seus estudos na área de marketing digital, analisando diversos cases cuja relação era baseada entre marcas e consumidores, até que então, em 2011, ele desenvolveu um novo conceito chamado NewsJacking.

De acordo com ele, este novo conceito visa o aproveitamento de uma notícia que esteja em destaque a fim de promover um produto ou a marca de uma determinada empresa.

Sendo assim, a ideia é desenvolver algum tipo de conteúdo com base em uma notícia que esteja em destaque no momento.

Só que ao contrário do que você pode estar pensando, nem sempre precisamos criar conteúdos que tenham alguma relação direta com o nosso nicho de atuação.

Segundo Scott, qualquer pessoa e empresa pode se beneficiar com o uso dessa técnica, construindo uma visibilidade local, nacional ou até mesmo internacional para a sua marca, mesmo que a empresa seja pequena.

Mas, como fazer?

Inicialmente, é fundamental saber agir, reagir e avaliar as notícias quentes de modo rápido. É necessário saber se orientar pelas notícias para criar algum tipo de conteúdo inspirado na temática da notícia, podendo o conteúdo servir como post para blog, vídeo, texto para timeline de redes sociais e dentre outras plataformas.

Utilizar a notícia em si ou a sua temática ajuda a gerar conteúdo relevante.

Mas, que é conteúdo relevante?

Genericamente, é aquele conteúdo que atrai audiência, gera valor e comentários.

O importante é a relevância?

No jornalismo o termo “timing” significa o momento de importância e publicação de uma notícia ou série de notícias interligadas. Por exemplo, se durante a Copa do Mundo, o seu blog é o primeiro a comentar sobre os detalhes de um acontecimento com a torcida ou a com a musa de uma seleção, o seu conteúdo poderá atrair muita audiência.

Tudo isso graças aos algoritmos existentes nos mecanismos de buscas e nas redes sociais, que são capazes de identificar quando um novo conteúdo relevante é publicado, dando maior visibilidade para aquele que publicou primeiro – Por isso que o “timing” é muito importante quando se trata de fazer newsjacking.

Agora, imagine esse blog vinculado a um produto ou serviço, ou até mesmo a um site institucional de sua empresa? A marca se beneficia com a relevância do conteúdo.

A utilização da técnica

Essa técnica aproveita todos os assuntos quentes do momento para promover a marca e produtos de sua empresa. Sabendo utilizar a técnica de maneira correta é possível gerar atenção para a marca de forma orgânica sem pagar anúncios.

Porém, no processo de utilização da técnica é fundamental enxergar as notícias mais quentes, identificando também o momento exato para gerar e veicular determinado tipo de conteúdo.

Atualmente os usuários estão mais conectados na internet, e por conta disso é necessário que haja um planejamento estratégico de produção de conteúdo para o sucesso de nossas ações de marketing.

Antigamente, bastava você ter um produto de qualidade com um preço acessível, que já era o suficiente para que a sua organização seja considerada uma autoridade em seu nicho de mercado.

Hoje em dia você precisa muito mais do que isso, é de extrema importância que a sua empresa esteja presente em diversos canais de comunicação utilizados pelos usuários, criando formas de engajamento com eles.

E isso faz com que o marketing de conteúdo seja uma das estratégias de maior sucesso deste século, uma vez que quem manda hoje é o conteúdo de qualidade.

Portanto, fazer uso dessas estratégias aumentará e muito a visibilidade da sua marca online, gerando tráfego orgânico em suas páginas e quem sabe também, mais vendas para o seu negócio.

Como iniciar com o NewsJacking

Fazer o uso da técnica de NewsJacking é bem simples, pode ser desde um pequeno tweet, um artigo/notícia no blog da sua empresa, um status no instagram ou qualquer outra forma que você use para divulgar conteúdos online.

Separamos abaixo 5 dicas para você inicar com o pé direito quando for fazer o uso dessa técnica:

  • Tenha um blog e use-o a seu favor para postar novos conteúdos (será a partir dele que você receberá visitantes dos motores de busca).
  • Esteja de olho nas # (hashtags) que sua audiência usa no Twitter.
  • Interaja com seu público nas redes sociais.
  • Não deixe de entrar em contato com jornalistas que estão escrevendo sobre assuntos atuais (Você pode pegar alguns insights).

Objetivos

Além de atrair audiência e relevância sem pagar por isso de forma orgânica, um dos principais objetivos é gerar autoridade e protagonismo a favor da empresa e do conteúdo.

Momento certo

Sabemos que muita coisa pode acontecer entre o momento em que uma notícia surge até ao momento em que atinge o seu pico de relevância e atenção.

É importante ressaltar que as notícias com que o NewsJacking trabalha, são em sua maioria notícias factuais, ou seja, aqueles assuntos cujo prazo de validade é bem curto.

Por exemplo, o governo diz que “A população Mundial vai ficar 3 minutos sem internet no dia tal”, após a divulgação desta nota, é muito provável que 90% dos canais de notícias e pequenos blogs, criem conteúdos relacionados ao assunto junto aos impactos que isso poderia ocasionar.

Como eu acredito que ninguém hoje imagina ficar sem internet nem por 1 segundo se quer… é bem provável que essa notícia tenha buzz estrondoso e faça bastante barulho nos principais canais de comunicação.

E quando eu digo “estrondoso”, digo por alto que essa notícia tenha em média mais de 5 milhão de curtidas, 2 milhões de re-tweets, 3 milhões de compartilhamentos e afins.

Só que, como essa notícia é factual, é bem provável que após “o dia tal”, esse assunto caia em completo esquecimento e o publico nem lembre mais do que aconteceu.

No máximo tal noticia poderia voltar a tona caso algum portal resolvesse lançar algum conteúdo que falasse sobre “As 10 maiores vezes em que a internet caiu no mundo”, o que não seria considerado NewsJacking por exemplo.

Como encontrar o momento certo?

O momento ideal para se praticar o newsjacking, é quando um assunto esta começando a vir a tona e prestes a se desenvolver de forma mais detalhada com informações adicionais, que geralmente são trazidas por jornalistas ou pessoas que estão envolvidas com a situação.

Após o detalhamento do assunto, ocorre uma excitação por parte do público e é neste momento que ocorre a viralização da notícia nos principais canais de comunicação, até chegar ao pico, e esse pico pode durar minutos, horas e até mesmo dias.

Se você ainda não compreendeu o que eu acabei de dizer logo acima, fique tranquilo que a seguir vamos falar dos quatro ciclos fundamentais do NewsJacking.

Ciclos fundamentais do NewsJacking

Conhecer os quatro ciclos fundamentais ajuda a identificar o momento certo para aplicar os esforços de conteúdo.

Fase 1 (Notícias de Última Hora) – Na primeira parte, devemos ficar atento ao evento que acontece e vira notícia. Geralmente, no início a notícia é curta e muito resumida até a imprensa e as agências obterem mais dados.

Normalmente, depois de noticiada os outros veículos começam a divulgar a mesma notícia de diferentes maneiras, até obterem mais informações obtidas de maneira própria.

Fase 2 (Jornalistas lutam por informações adicionais) – Na segunda fase, podemos nos deparar com conflitos de informação ou entusiasmo. A partir do impacto de cada notícia, é necessário que as redações busquem mais detalhes sobre diferentes fatos.

Fase 3 (Excitação e Pico) – Na terceira fase temos a ascendência e o pico do evento e da informação, quando ela se consolida como comentário generalizado e atração de audiência.

Fase 4 (Notícia Antigas e Feito) – Na quarta fase, a notícia já foi superada e se tornou antiga. Porém, pode servir como histórico e antecedente para outros tipos de eventos que possam ocorrer novamente.

É entre a Fase 1 e a Fase 2 que acontece o NewsJacking, e estar atento no que acontece nos canais digitais (motores de busca e redes sociais) é essencial para não perder o timing.

Você deve entender que as ações de NewsJacking são baseadas em ciclos, quando um assunto chega ao seu ápice, investir em uma ação como essas se tornará uma perda de tempo, uma vez que já se tornou muito tarde para investir na criação de conteúdo.

E a medida em que a notícia vai se tornando antiga, novas informações e assuntos quentes irão surgindo naturalmente (as vezes relacionados com a notícia anterior), e dessa forma o ciclo reinicia.

O que fazer com os ciclos da notícia?

Em relação às táticas de NewsJacking é fundamental obter envolvimento entre o tema, a história e a sua marca. Por outro lado, nem sempre é possível aplicar a técnica numa fase mais avançada da história do evento.

Uma vez que o “boom” de relevância para aquela notícia especifica já passou, por se tratar de uma notícia antiga e pouco pesquisada pelas pessoas.

Importância da técnica

Nos últimos tempos, o conceito dessa técnica começou a ser visto como uma técnica não somente experimental, mas como uma das principais estratégias de mídia e posicionamento de conteúdo favoráveis para uma marca e produto. No ano de 2017, o termo “NewsJacking” foi considerado como uma das palavras do ano no dicionário Oxford.

O mercado

Atualmente, sites, portais, blogs institucionais, vídeos no YouTube, redes sociais e tudo o que você puder imaginar como plataforma de mídia para empresas adotam esta estratégia, não apenas para elevar a notoriedade das marcas, mas também para se alinharem com certas posições de opinião.

Os desafios

Ao aplicar essa estratégia, a equipe de marketing pode se deparar com desafios que exigem inteligência, sensibilidade e destreza. Esses desafios também exigem ótima visão de oportunidade a respeito dos ciclos das fases do evento e da notícia.

Todos os esforços devem focar em estratégias de social media e marketing em tempo real. O que te ajuda a criar conteúdo autêntico e relevante que pode gerar impacto.

Prática e planejamento

Além de planejamento, o uso dessa técnica exige muita prática para explorar notícias e estar alinhado com as tendências dos eventos e das notícias públicas.

Sobretudo, sabendo projetar os conteúdos da web e direcionar corretamente para os leitores.

Quando falamos sobre NewsJacking, tempo é primordial, se tornando absurdamente necessário que você produza conteúdos tão rápido quanto as notícias chegam.

Se conseguir ser o primeiro a se posicionar sobre o assunto, pode ter certeza que a quantidade de tráfego será muito maior do que a de seus concorrentes.

Visualização e benefícios

Dentre os principais benefícios, o “NewsJacking” identifica eventos e conteúdos em geral, gera conteúdos quentes e disponibiliza o mesmo conteúdo acompanhando a evolução dos assuntos para posicionar a marca da melhor maneira.

Depois de posicionar o conteúdo e atrair mais visitantes, esse posicionamento pode criar ambiente favorável para as vendas e geração de lucro para a empresa.

Um exemplo de newsjacking que aplicamos na Olyng, foi a criação de um artigo que fala sobre uma novidade lançada pela plataforma do search console, publicada após 2 dias dessa nova funcionalidade vir a tona.

Criatividade e relevância

A criatividade pode também ajudar a gerar relevância na forma de linguagem e edição das imagens escolhidas. Nesse intuito, começa o rompimento com convenções e repetições sobre determinada notícia.

E quando falamos a respeito da criatividade, falamos de novas formas de disseminar esse conteúdo, seja elas através de infográficos, vídeos animados ou até mesmo podcasts.

Compartilhar

Em tempos de internet, mobilidade e redes sociais o conteúdo relevante ajuda a viralizar determinada informação e atrair interessados.

O compartilhamento quente se refere à a facilidade da marca ser citada durante a divulgação e partilha de textos e links.

Promoção da marca

Dessa forma, temos um ambiente favorável para a promoção da marca. Atualmente, os usuários e potenciais clientes estão muito conectados não somente através do computador convencional, mas também através de smartphone.

É fundamental elaborar bom planejamento para o posicionamento e promoção da marca para alcançar os melhores objetivos.

A marca e o mundo digital

Atualmente, o contexto da relevância digital não é mais um diferencial, mas uma ação obrigatória nos esforços de marketing da empresa e em seu mercado.

É importante que a marca se destaque num mercado concorrido e disputado. Além de qualidade e preço, é fundamental gerar valor, criar autoridade e atrair a atenção.

Métodos

Muitas empresas e projetos digitais utilizam mídias pagas para atrair tráfego, porém, nos esforços do marketing de conteúdo e de marketing de mídia o “NewsJacking” é uma das propostas com grande impacto e relevância.

Um outro fator que você deve levar em consideração, é pensar no bom uso de palavras-chave, são com elas que o algorítimo dos motores de busca saberão se vai valer a pena mostrar o seu conteúdo para os seus usuários ou não.

Isso faz com que as técnicas de SEO (Search Engine Optimization) seja totalmente relevante quando o assunto é ações de newsjacking.

O mercado conectado

Se por uma lado, as pessoas estão mais conectadas, por outro as empresas também estão aprofundando a sua presença online. Mais de 96% das empresas brasileiras estão conectadas e presentes nas redes sociais.

É importante a visibilidade digital que possa gerar engajamento com o público. Dessa forma, a empresa pode conseguir gerar outros benefícios aumentando tráfego em suas páginas e mais vendas para os seus negócios.

Esse cenário mercadológico e digital exige produção de conteúdo relevante e que corresponda às necessidades de interesse do grande público para geração de leads e clientes potenciais.

Sendo assim, atrair público e fazer sucesso se tornou uma obrigação.

Veículos

Veículos de Notícias

Além de ficar atento ao jornal e à revista impressa, para efetivar as táticas de “NewsJacking” é fundamental saber observar sites, blogs e redes sociais noticiosamente relevantes.

O Twitter, por exemplo, é um ótimo ambiente para obtenção de notícias e respostas de temas, porém é fundamental saber seguir os perfis certos e selecionar as hashtags.

E lembre-se de que uma ação de newsjacking deve possuir essas três características:

  • Deve ter chamativa;
  • Com um conteúdo relevante;
  • E o principal… deve ser compartilhável;

Em Busca das Notícias Relevantes

Se o seu desejo é aplicar as técnicas de newsjacking o quanto antes, você precisa saber quais são as formas que temos para monitorar matérias noticiosas que podem surgir no nosso nicho de mercado.

Separamos 4 opções diferentes que podem economizar um pouco do seu tempo, em vez de você ficar atualizando a página inicial de portais de noticias, em busca de novos conteúdos a todo momento.

Mecanismos de Busca: Sites de busca como Google, Bing e Yahoo representam uma forma de encontrar assuntos e novas ideias de conteúdo relacionados aos termos que você e outras pessoas pesquisaram.

Ferramentas de Tendências: Você pode usar o Google Trends parta extrair os assuntos mais comentados e mais buscados no Google nas últimas horas.

Ferramentas de Monitoramento de Redes Sociais: Conhecidas por marketeiros como ferramentas de social listening, ou ferramentas de clipping por jornalistas. Elas te ajudar no monitoramento dos assuntos que o seu público anda falando nas redes sociais, é uma ótima forma de ficar de olho nas novidades que acontecem no seu nicho de mercado.

Agregadores RSS: Outra maneira de se manter atualizado, é fazer uso de um agregador de conteúdo como o TapTu e o Feedly.

NewsJacking e as Fake News

Quando se trata de surfar na onda das ações de NewsJacking, temos que tomar muito cuidado com as fake news.

Sendo assim, antes de qualquer ação verifique a confiabilidade da fonte que você está consultando e se outras pessoas compartilham da mesma informação.

Como as notícias se espalham rápido, é bem provável que haja alguns comentários nas redes sociais ou em portais de notícias, comentários estes que podem te ajudar na identificação de uma notícia falsa.

O que fazer e o que não fazer em suas ações de NewsJacking?

Para você ter um norte, separamos algumas dicas do que você pode fazer e o que você não deve nem imaginar quando o assunto é a aplicabilidade das técnicas de NewsJacking.

O que você pode e deve fazer?

Trabalhar Rápido: Seja rápido na criação de seus conteúdos (mas com cautela, lembre-se das fake news), saiba que enquanto você esta lendo uma notícia quente, existem 2 concorrentes estão publicando um conteúdo referente a tal acontecimento e mais outros 5 deles estão escrevendo sobre ela neste exato momento...

Pensar antes de executar: Pense muito bem antes de começar a escrita do seu conteúdo, lembre-se das fake news e dos resultados que isso pode te gerar a curto, médio e longo prazo – Não seja pego pelo Hype.

Usar o senso comum: Esteja atento quando for falar de questões sensíveis, especialmente quando se trata de conteúdos relacionados a religião ou gênero.

O que você não pode e nunca deve pensar em fazer!

Fazer NewsJacking em cima de tragédias ou desastres: Nunca… em hipótese alguma tente tirar proveito da situação quando se trata de tragédias ou desastres naturais, ao menos que você seja um portal ou um blog de notícias cuja finalidade é informar o público sobre tal acontecimento.

Observe um exemplo abaixo da empresa Sears, que em meio ao furacão sandy ocorrido nos estados unidos em 2012, a loja tentou usar a hashtag #HurricaneSandy para promover seus produtos.

empresa sears usando o newsjacking da pior forma possivel

Forçar uma Notícia: Devemos entender que alguns assuntos não irão funcionar da maneira como esperávamos, e por conta disso terão um tempo de vida bem curto.

Seja Humano: Não podemos nos esquecer de usar o bom senso e sermos mais humanizados (do que tentarmos robotizar nossa comunicação), portanto faça uso do humor quando necessário, use hashtags a seu favor, e não esqueça dos emojis 😉.

Exemplos de Empresas que praticaram o NewsJacking

Abaixo separamos alguns exemplos de empresas que fizeram o uso do NewsJacking ao longo dos anos.

Adidas

Em 2013 após os minutos finais na comemoração da temporada invicta do All Blacks, a marca decidiu alterar o subdomínio de www.allblack.com para wwwwwwwwwwwwww.allblacks.com aonde cada ‘W’ significava uma vitória do All Blacks.

ação de newsjacking no all blacks

A publicação deu tão certo nas redes sociais que ela atingiu 2,3 milhões de fãs em um único dia, se tornando a marca mais compartilhada do All Blacks no facebook e também o tweet mais retuitado da página do @allBlacks.

McDonald’s

Em julho de 2019, redes sociais como instagram, whatsapp, twitter e facebook, sofreram uma grande instabilidade no brasil inviabilizando o carregamento de imagens corretamente.

campanha de newsjacking do mcdonalds

Sabendo disso o McDonald’s aproveitou o momento e criou uma campanha humorística, que deu muito certo por sinal.

ANZ Bank

Já em Janeiro de 2015, durante o carnaval de gays e lésbicas em Sidney, o banco ANZ decidiu criar uma campanha chamada GAYTM (Gay ATM) usando a hashtag #GAYTM, fato este que viralizou rapidamente.

Newsjacking da ANZ

Oreo

Durante o Super Bowl que aconteceu em 2013, houve uma queda de luz no meio da partida, o que fez ser um dos assuntos mais comentados da época, recebendo mais de 14 mil retweets em um curto período de tempo.

oreo newsjacking

Quer mais exemplos como esses? Então confira mais 8 exemplos criativos de newsjacking para você se inspirar.

Conclusão

Essa técnica inserida nos esforços de marketing digital ajuda a melhorar o relacionamento da marca com o público gerando audiência e respostas de venda de forma orgânica.

Lembramos que um tema ou notícia relevante no exato momento pode criar uma atmosfera de visitantes interessados que poderão ser convertidos em clientes.

Foque nas notícias fortes e factuais e acompanhe os comentários gerais que mais fermentam nas redes sociais ao redor de cada tipo de notícia ou evento para fazer a escolha certa.

Além de escolher a onda certa é importante saber surfar corretamente para atingir os melhores objetivos midiáticos junto ao público.

Escrito por William Lima - 13 de janeiro de 2020 - 138 Views